<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-3105585526933720520', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2013-07-24


pas de deux, xxv.

onde?
ali.

alguns passos depois no sentido apontado, aqui?
aí.
tens a certeza?
tenho.
absoluta?
não há certeza que não seja isso. absoluta.
não vejo.
abre os olhos, mula,
abre os olhos, estão abertos.
que a carroça vai cega.
não estou a ver.

não disseste aqui?
disse.
enganaste-me.


não.
parece.
parece. mas apenas parece.
parece mais do que parece.
estás enganado.
como estás enganada?
exacto.
como o wile e. coyote?
beep, beep.
cabra. confessas?
nego.
negas?
até à morte.


ele empunhou uma pistola de fulminantes. apontada ao teu coração.
that is my least vulnerable spot.
o fim desse filme é triste.
não mais do que tu.
eu?


sim. ainda estás aí, armado em parvo.
disseste aqui.
percebeste?, armado em parvo, armado em sentido duplo.

é porque já não está aí. esteve.
puta.
beep, beep.
pode ser que te fodas por não saber dançar.
O Marquês.


2003/2017 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).