<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-7878673483950887896', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2019-04-22


Escala d’Ana, xv. Os saraus literários são um motivo para usar lingerie provocante como qualquer outro. Segismundo.

Referência

2019-04-15


melancolia zündapp

# lxxii
. no amor não há escala. a estupidez implícita e que implica é suficiente. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-04-08


Escala d’Ana, xiv. O calçado é revelador de carácter. O vinho também. Segismundo.

Referência

2019-04-01


errata d’helder, xliii. página cento e quatro, linha onze, onde se lê dobra deve ler-se borda. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-03-25


Página do livro dos conselhos, ii. Cuidado com quem cuida das pensões. O irmão grande é insidioso, usa juristas. Segismundo.

Referência

2019-03-18


melancolia zündapp

# lxxi
. o amor é um lugar óbvio. apenas a fuga daí - através da morte, quando necessário - salva. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-03-11


Página do livro das sentenças, lxxvi. Os problemas das pessoas não são apenas os problemas que elas sentem e manifestam. É isso, a alienação, mais do que o estado de direito, o que sobretudo as salva todos os dias. Segismundo.

Referência

2019-03-04


errata d’helder, xlii. página cento e um, linha doze, onde se lê comissões deve ler-se comichões. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-02-25


Escala d’Ana, xiii. Releva sempre a lei, e através dela o direito, nunca a grei, e o que quer que seja essa incerteza e inutilidade a que se chama sociologia. Segismundo.

Referência

2019-02-18


melancolia zündapp

# lxx
. entre coração ou fígado?, o que for melhor com cerveja. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-02-11


Escala d’Ana, xii. Os problemas concretos, imediatos, são os problemas das pessoas, portanto os problemas para os quais há lei. Esses, são os únicos problemas reais e verdadeiros. Segismundo.

Referência

2019-02-04


errata d’helder, xli. página cento e um, linha sete, onde se lê orgulho deve ler-se gorgulho. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-01-28


Página do livro das latitudes, xliv. Um homem é como uma mulher. As mulheres, como os homens, é que não sabem dessa singularidade. Segismundo.

Referência

2019-01-21


melancolia zündapp

# lxix
. dar um tiro no coração e não lhe acertar é o sublime da fatalidade. falhar outra vez é o destino. Edgar da Virgínia.

Referência

2019-01-14


Escala d’Ana, xi. Os advogados não são todos iguais, os homens são. Segismundo.

Referência

2019-01-07


melancolia zündapp

# lxviii
. o poder de almotolia do coração é o desespero, quando o sangue acelera e aquece, o universo das hipóteses de captura falhada se expande, atingindo uma dimensão não computável. que fazer?, a esta pergunta nenhum coração responde quando é necessário. Edgar da Virgínia.

Referência

2018-12-31


Escala d’Ana, x. Deveria ser segunda-feira todos os dias. Quinta-feira também. Segismundo.

Referência

2018-12-24


o erro e a pedra

# xviii
. haja ou não motivo para tal, há sempre oportunidade para arremessar outra vez a pedra. Edgar da Virgínia.

Referência

2018-12-17


Escala d’Ana, viii. Cada noite, uma cruz. Segismundo.

Referência

2018-12-10


melancolia zündapp

# lxvii
. o coração é um órgão cercado pelo que consegue alcançar. a miséria sente-se por dentro. Edgar da Virgínia.

Referência

2018-12-03


Escala d’Ana, vii. Catorze não é dezasseis, nomeadamente em números de porta e no destino a que, por causa da escala, levam. Segismundo.

Referência

2018-11-26


o erro e a pedra

# xvii
. no espectro das hipóteses entre o certo e o erro, onde é que o nada tem lugar? Edgar da Virgínia.

Referência

2018-11-19


Página do livro das latitudes, xliii. É menos a feracidade do que a ferocidade que define a feminilidade. A autenticidade também. Segismundo.

Referência

2018-11-12


melancolia zündapp

# lxvi
. moléstias de coração, a paixão, o amor, portanto a febre e sempre a traição. Edgar da Virgínia.

Referência

2018-11-05


Página do livro das exaltações, i. São dores de crescimento, de reencontro com a índole, o que uma mulher sente quando deixa de suportar o recuo de ser mãe. Segismundo.

Referência

2003/2019 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).