<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-3105585526933720520', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2011-05-11


mistério. o guerreiro voltava a casa e entregava a espada à esposa para que, com o cuidado devido a qualquer arma usada, fosse limpa. seguindo a tradição da estirpe, ela limpava-a com lenços de linho, ensanguentando tantos quantos fossem necessários, que depois lavava em água corrente e abundante. um dia, sem porquê, ela não usou os lenços para limpar a espada, lambeu-a. e desde então ansiou que ele voltasse mais rápido das batalhas e que o intervalo entre elas não demorasse tanto. ao contrário do que possa julgar-se, ela não foi ficando mais nova a cada regresso do marido dos combates, não, ela envelheceu ao ritmo dele. para além disto, as folgas da paz, que antes tanto desejou, tornaram-se um período de agonia para ela. até que, também sem porquê, iam as tréguas longas, dormia o marido o descanso dos guerreiros, ela golpeou-o vezes várias e sentou-se na cama de docel a lamber a espada. vindo em socorro por causa dos gritos ouvidos, a criadagem avançou incrédula para os aposentos e chorou o herói morto. por quem?, esta é uma dúvida que os investigadores jamais esclareceram. O Marquês.


2003/2017 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).