<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-7878673483950887896', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2009-10-29


Tudo. Gosto quando tudo se fode. Tudo é pouco, está bem, porque o meu mundo é pequeno e não o desejo maior, mas gosto quando tudo se fode. Abusos e vícios melindram a malta. A malta é melindrosa, tão mais melindrosa quão menos precária. A malta compadece-se com o ministério público, guindastes e máquinas de lavar a alta pressão avariadas. Daí manda chamar-se alguém competente, o técnico, para consertar o equipamento. O período de garantia contra defeitos de fabrico e montagem já expirou. A mão de obra é cara, o custo da reparação é a pronto pagamento. Felizmente não é tudo um problema de lavandaria social. Já podemos comprar shampoo dois em um, para lavar e acondicionar o cabelo. Lustroso, sem caspa. Foda-se. Quando tudo se fode não significa que tudo é fodido. Foder é uma expressão de força. Mas tudo é muito, mesmo muito, não é um jogo de lego com as peças todas. Há sempre algo que fica de fora. Pelo que, na prática, foder é com jeitinho, selecção, não é à bruta, carregar num botão e, pum, omnipotência, tudo fodido. Tudo é muito, portanto exige muito. E a malta é melindrosa, tem sensibilidades, não aprecia confusões. Que se foda. Bruce Bílis.


Publicar um comentário

2003/2020 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).