<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-3105585526933720520', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2008-02-07


Delicatessen. Não há palavras para manifestar com rigor o caso. É um fantasma, conhecido como o fantasma da carne. Inefável, como todos os fantasmas são. Sente-se, porém não se vê ou apalpa ou ouve ou cheira ou revolve na língua. Sente-se, testemunha quem o sentiu, suscitado a partir de dentro, do frémito tormentoso que assoma aos aflitos ou padecentes. Para tal fantasma não há anestesia ou terapêutica ou ghostbusters. Mais exactamente, e isto é a sua outra característica extraordinária, o fantasma nutre-se da cor do sangue, não do sangue, menos ainda da carne, como o folclore sustenta. Da cor do sangue, mesmo e só. Por processo inexplicável, fantasmagórico, ele suga o tom escarlate do sangue, enegrecendo-o. Quando se sente, desde o latejo mínimo até à palpitação lancinante, a dor sentida é a consequência do exercício deste gourmet fantástico. Existe pelos homens. Não gosta de fiambre, não aprecia bacon, detesta carnes fumadas. Excepto em caso de ocorrência de acidentes de trabalho, não frequenta açougues ou charcutarias. O Marquês.


2003/2017 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).