<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-3105585526933720520', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2007-04-26


O vendedor de cidades. Face a face com o passado, a cidade, de onde alguém se descobre ou encontra. Lugar que se vive, lugar que se diz, que se pisa, passo a passo, passo sobre passo. Com passo, passos. A morte é o próximo passo, a morte foi o passo anterior também. O corpo estala, lateja. O corpo. Nada é como foi, também nada foi como é. Um lugar, um lugar apenas. Com sujeito trágico, como sujeito trágico. Ruas sem nome, avenidas sem nome, casas sem número de polícia, casas sem casa, sem habitação. Mas com teelvisão. É sua - isto é, teelvisiva - a luz única que sobra para a noite. Os vampiros estão tristes, o planeta ainda é telex, não fax. Os vampiros estão tristes, o sangue é velho. Alguém descobriu um manifesto de despedida suicida, com estas palavras, quando voltar a nascer, quero nascer Bukowski. Agora os vampiros estão mais tristes, o sangue está morto. A cidade é os seus destroços, as flores em volta. Segismundo.


Enviar um comentário

2003/2017 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).