<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-7878673483950887896', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2004-06-10


Deambulam pelo shoping center. O consumo não lhes dissolve, não lhes ilude a miséria. As montras, transparência de todas as tentações, encontram-lhes a vontade que as próprias montras lhes sugerem. O seu olhar é cavado em si, mais inexpressivo ou baço do que blasé. Os seus passos são sincopados, sem roteiro, cativos e corpo de um destino que se desloca para o destino. Arde-lhes por dentro uma dor que não se vê, que disfarçam todos os dias, como se aquele lugar fosse um santuário de vergonha. Vergonha que nenhuma oração, diferente do código do cartão de débito, redime. É isso que lhes revolve, até ao limite das mucosas e da sensibilidade – não do juízo –, as mágoas que a máquina do capitalismo lhes subsidia sob a forma mais sublimada do prazer enganado, da realização fingida. O consumo é talvez a dimensão mais sofrida da hodierna integração humana na grei. Por isso (n)os preenche tanto. O Marquês.


Enviar um comentário

2003/2018 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).