<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5515885\x26blogName\x3dAlbergue+dos+danados\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alberguedosdanados.blogspot.com/\x26vt\x3d-3105585526933720520', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Albergue dos danados

Blog de maus e mal-dizer 

2016-02-29


Direita por linhas tortas. Entretanto, na agremiação antes increia, histórica e conhecida pelo acrónimo be - quase onomatopeia de berro ovino -, as almas levantadas e límpidas que a conduzem / dirigem / encaminham / __________ (riscar o que não se aplica, acrescentar em manuscrito e de modo legível o que for adequado) reconheceram em rosa beato, pública e finalmente a existência de deus. Foda-se três vezes. Mais uma ou duas, porque - sabe-se lá - parece que o reconhecimento não correu bem. Qualquer coisa a ver com a conservatória do registo civil, o catecismo, o juízo, o que for. Afinal, se «Jesus também tinha dois pais», o be também tinha dois líderes. Embora com outro nome, a mesma felicidade. Que foi para sempre até deixar de ser. Nicky Florentino.

Referência

2016-02-22


órfão Romeu, iii. ele diz que se resume em dois princípios e pronuncia-os no estilo, i don’t do mercy, i don’t do mornings. traduzido de feitio de cão para língua franca, a fanfarra não passará. que sempre passou e passa, apesar dele. O Marquês.

Referência

2016-02-15


órfão Romeu, ii. há sempre quem insista fazer perguntas, e agora?, que fazer?, ao abismo diante do qual estacionou. expostas assim a ânsia e a dúvida, tal quem não necessita de respostas. necessita apenas de continuar a dar passos em frente. O Marquês.

Referência

2016-02-08


órfão Romeu, i. não há pélago que não seja simultaneamente espelho. O Marquês.

Referência

2016-02-01


Regime de nêsperas, ii. Enquanto programa - portanto também enquanto rasto biográfico e personagem de reality show -, «o Marcelo» é todo «Tino de rans», embora com cátedra, mais linha, mergulhos no guincho e malgas de vichyssoise contadas. Nicky Florentino.

Referência

2003/2017 - danados (personagens compostas e sofridas por © Sérgio Faria).